Posted by : Lucas Reynaud sexta-feira, 8 de julho de 2016


Saudações, colegas de taverna! Que RPGs simples são incríveis para iniciantes, isso é inegável – o tema inclusive foi discutido aqui no blog anteriormente –, e uma pesquisa rápida no Titio Google revela inúmeros manuais do gênero, cada um com mecânicas interessantes diferentes umas das outras, dentre os quais podemos citar Kids & Dragons, 3D&T Alpha, Mighty Blade e outros. Como hoje em dia a entrada de iniciantes no hobby tem sido alta, se faz necessária a discussão sobre tais sistemas, suas vantagens e ideias principais, logo, nós aqui do Crítico 6 decidimos apresentar (ou reapresentar, em alguns casos) alguns desses sistemas!

Já falamos sobre Kids & Dragons e 3D&T Alpha em matérias antigas, e para quem quiser dar uma olhada, fica aí a oportunidade. Contudo hoje falaremos sobre um RPG pouco conhecido, mas bastante interessante: o sistema Calisto.

Calisto se trata de um sistema criado pela empresa Coisinha Verde, do já reconhecido autor RPGístico Tiago Junges – autor também de Mighty Blade e Malditos Goblins. A grande proposta de Calisto é apresentar um conjunto simples de regras exposto em apenas quatro páginas que possam reger de modo satisfatório uma mesa de RPG.

Com um pdf gratuito disponibilizado pelo próprio site da companhia, o sistema conta com um manual que no total possui oito páginas – sendo que as regras são resumidas em apenas quatro delas –, onde até mesmo é mostrado um pequeno resumo sobre conceitos como RPG, sistema, cenário e mestre de jogo (não falei que é ótimo para iniciantes? :D).

Ideal para novatos, crianças, mas também para veteranos que buscam menos regras e mais ação, a mecânica do jogo segue um padrão simples de testes baseados na rolagem de um dado comum de seis lados somado ao valor do atributo ou perícia adequado. O sistema conta ainda com “regras avançadas” que abrangem mais situações – como defesa especial ou ataques múltiplos – e mecânicas para poderes ou habilidades especiais. A mecânica dos poderes segue a mesma base das perícias: o jogador distribui certo número de pontos na mesma que usa para rolar testes na hora de ativar a habilidade em questão.

Devo dizer que sinceramente gostei muito da simplicidade do sistema – é possível realmente criar um personagem em segundos, uma das vantagens de Calisto! Isso é uma coisa que facilita até mesmo o trabalho de rolar mesas online. A mídia RPGística do ano passado mostrou um pouco do sistema Calisto e até mesmo disponibilizou algumas fichas-exemplo personalizadas, em que somente uma imagem poderia conter o texto necessário da ficha. Isso ficou beeeeem interessante e dinâmico, inclusive vou adotar essa idéia para rolar mesas via WhatsApp!

O objetivo principal de Calisto é montar algo fácil, dinâmico e intuitivo, que possa se adaptar a qualquer cenário, aventura e situação, e devo admitir que ele cumpre o que propõe de forma divertida e interessante. Logo, se o que você procura é facilidade, mas sem abrir mão de um bom sistema, recomendo fortemente Calisto! Experimentem, deem suas opiniões e comentem aí!

Bônus: Fichas-exemplo

Aproveitando a situação, que tal fazer umas fichas de exemplo?




Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © Crítico 6 - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -